Piores 9 dias da minha vida.

Bom, minha memória não é muito boa apesar do nerdismo e tal. Posso contar os piores dias da minha vida que eu lembro nos dedos.

Uma lista rápida eu diria que foi quando quase terminamos o namoro (eu e a Veruska), depois quando perdemos os gêmeos e depois quando quase demos um tempo e agora esses últimos 9 dias no hospital da Bia internada. De longe desta vez foi o mais agoniante e desesperador.

Um bebê de apenas dois mêses com soro no braço, sem ter veias facilmente acháveis para quando precisasse trocar o acesso e a desidratação complicando tudo. A Bia levou umas 25 furadas sem exagero e chutando para baixo. Eu quase desmaiei duas vezes. Levou antibiótico no bumbum 3 dias seguidos (Rocefin, dói como uma besetasil). Cara eu não aguentava mais o hospital.

Quero aproveitar e agradecer algumas pessoas lá da equipe do 4o. andar e as moças milagrosas da UTI neo natal que foram as únicas que conseguiram achar veias na Bia (Verinha e uma outra que não lembro o nome). Agradeço ainda muito a simpatia e ajuda da Mara, Patrícia, Fernanda, Ângela, Mazé, Bia e algumas outras que não me recordo o nome agora.

O HRU (Hospital Regional Unimed) resolveu nosso problema, mas eu poderia dizer que este hospital tem sérios problemas, vou listar abaixo:

– Murissocas
– Hoje matamos uma Barata no quarto
– Como raios uma mãe que está amamentando não pode receber uma dieta especial.. a comida que vinha para ela era ridícula.
– A porcaria da água quente não funcionava 24h por dia, o pessoal ficava frescando com as tais das caldeiras
– No segundo dia apareceu uma goteira bizarra no quarto que foi logo resolvida, mas ela apareceu
– Hoje teve um protesto lá em frente pq não deram reajuste de salários… pense na zuada infernal sem falar que parecia que estavam demolindo o prédio… O barulho durante o dia incomoda
– O estacionamento é um ABUSO. 12 reais a diária para pacientes internados. TNC
– Algumas enfermeiras e auxiliares não servem nem para cuidar de animais…. mas graças a Deus são a minoria.

Bom… continuando. Os dois piores momentos foi quando chegamos lá e descobrimos que iríamos ficar pelo menos uma semana internados e que a bia tinha infecção por bactérias e a dificuldade para achar um acesso nela e o choro dela levando furo de agulha.

O outro foi antes de ontem quando ela teve uma recaída por conta da desitratação e não conseguiram mais achar acesso para ela tomar soro na veia. Tivemos que de todo jeito fazer ela beber pedyalite oral. Pense em 24 horas de pânico e basicamente só eu e a Veruska.

Mas eu tenho que agradecer muito minha Mãe que deu uma mega ajuda, a Kylvia, a Danielle e Rebeca, a Andréia, a Vaneska, meu irmão, meu cunhado Victor que apesar de ficar peidando no quarto foi lá dar uma mega força, minha sogra que apesar de estar em SP deve ter feito uma reza braba… e todas as outas pessoas que eu esqueci mas que ajudaram e mandaram pensamentos positivos.

Meu próximo post vai ser sobre o rotavirus, e a maldita vacina.

estou morto.

3 comments

  1. Cara que coisa heim?! Passaram por uma fase e tanto! O bom de tudo é que logo logo vão esquecer de tudo e ficarão ainda mais fortes e unidos. A Bia agora está mais forte e resistente.
    Sucesso e paz.

  2. Poxa primo.queria ter podido dar uma força aí pessoalmente … bebês pequenos internados são realmente de cortar o coração .. um amigo nosso, que trabalhava como auxiliar de enfermagen num hospital de salvador, nos contou que muitas vezes a única forma de acesso era a jugular, e às vezes a femural (num bebê subnutrido), e quase ninguém está capacitado para mexer em locais tão delicados …

    Quero que vc saiba que se precisar de mim para o róximo post, estou às ordens pois fui buscando muitas info interessantes nesses dias.

    Nossas vidas não são brinquedo!!!

    A quem ler este post, sugiro que assista ao filme “O Jardineiro Fiel”, creio que ainda seja lançamento.

  3. Pods cre brow!
    Eu queria ter estado + perto, mas eu tava era com medo de levar + virus pra bia e tb muita gente acaba atrapalhando… adorei ter conversado ctg na segunda passada! Pods cre!

    Bixo, outra coisa tosca lá do hospital é a mobilia de corredor… é tudo com espaço p/ MUITA poeira e horrivel p/ limpar! Tosco msm!

    bjao na bia em casa!
    vou ai essa semana 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *