Sonhos atacam novamente.

Bom, antes de iniciar o post quero registrar aqui a passagem do ilustre Renato Bellote que tem um blog bacana sobre automóveis e tem um currículo pra lá de respeitoso.

Agora meu post mesmo é para simular minhas antigas idas à psicóloga… só com grana para ter estes luxos, agora a pouca grana que sobre é para comprar pomada, algodão e absorvente 😀

Bom seguinte, Freud lançou a moda de interpretar sonhos e o negócio pegou e cara.. realmente é algo sinistro, funciona que é uma beleza… mas não pense que estou falando daqueles livrinhos que vc procura o que quer dizer sonhar com um macaco, dae o livro diz que vc vai encontrar um velho amigo até o final do ano.

A arte de interpretação dos sonhos é algo bem sinistro que apenas psicólogos bem “treinados” no assunto conseguem fazer vc extrair informações valiosas.

Basicamente, posso estar falando besteira… quem se interessar que vá pesquisar, mas tem 3 coisas que nos fazem ser como somos. Um tal de Ego, o Super-Ego e o Id. De forma bem direta e grossa, o Id é o seu inconsciente que tem partes totalmente porra louca… do tipo se dependesse só dele vc sairia na rua botando fogo nas pessoas. O Super-Ego é um filtro, ele serve para deixar passar apenas coisas socialmente aceitáveis e o Ego é o que você aparenta ser no mundo real.

Então o Id tenta sacanear o super-ego que filtra muita coisa… e a forma que ele tem para fazer isto é usando metáforas para tentar enganar o super-ego. Assim, se algum psicólogo ler isto e ver q eu to falando muita besteira.. pode me xingar. Assim, bem a grosso modo… imagina que vc sonha que está matando uma barata… se coloque no lugar da barata e pergunte-se o que vc está sentindo como barata… coloque-se no lugar do chinelo que pisou na barata… como vc chinelo está?

Poizé… hoje a noite eu dei uma dormida assim bem louca do nada.. e tive sonhos malucos.
Um deles ficou marcado com uma palavra que não tem significado completo. TSlay (Slay é tipo matar com violência.. algo assim)
O outro sonho era muito louco… eu estava numa cidade que era um mix da casa do meu tio milton em Santo André com a casa do meu sogro e a minha casa.
Começou com eu vendo um troço cruzando os céus saindo muita fumaça… que depois eu identifiquei como sendo um helicóptero que estava caindo… e a porra quase caiu na casa em que eu estava… mas acabou pousando sem feridos na casa do vizinho. Era um helicóptero da polícia.

Essa cidade era toda de ruas estreitas e de paralelepípedos bem colocados… e estava de noite. Era tudo muito colorido… e cara era como se eu fosse um personagem de jogo de RPG… teve uma hora q eu estava procurando desesperadamente meu carro e não conseguia achar onde tinha estacionado ele (manja akela sensação quando vc estaciona em um grande estacionameto depois esqueceu que não anotou o lugar onde vc deixou o carro?)… dae alguém me deu uma dica de onde encontrá-lo.. mas dae tinha que rolar um quebra-cabeça para passar de uma parte lá.. Invocado que era como se fosse um deja vu esta parte do puzzle.

Foi um sonho muito perturbado… mas foi legal q teve uma hora q eu sabia que estava sonhando… daí é só diversão.

1 comment

  1. e pra falar de sonho, as coisas que vivemos no dia influenciam nossos sonhos e essa parte do teu sonho, de puzzle e tal eu creio que tenha sido nossa conversa sobre 7 guest de ontem hehehehe falar nisso, devia ter pedido pra tu trazer hj =~~~~

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *